* doria? nunca mais

É difícil acreditar que João Doria Jr. tenha credenciais para ocupar funções públicas. Por seu temperamento e por sua manifesta obsessão pelo poder, ele não nos parece a pessoa certa para lidar com a complexidade da administração do governo em qualquer nível. Como vivemos numa democracia, só só há uma maneira de evitar que ele ocupe uma posição para a qual não se encontra capacitado: avaliar com rigor sua gestão à frente da Prefeitura. Nosso blog colaborativo quer prestar este serviço a São Paulo e ao país: reunir informações já publicadas pela imprensa, organizá-las e divulgá-as amplamente de forma a permitir que os eleitores não errem na hora do voto, como parece ter acontecido quando escolheram Doria para prefeito de São Paulo em 2016.

Colabore: envie para o Dossiê notícias já publicadas em órgãos confiáveis e que nos ajudem a enriquecer nossa resistência democrática ao conservadorismo arbitrário e antisocial

A equipe do blog: Chico Bicudo, Eduardo Gayer, J.S.Faro, Gabriela Bueno, Pedro Caseiro, Silvia Barbara, Sofia Aragão
email: dossie2018@gmail.com

Anúncios

* ibope: doria tem índice recorde de rejeição

Número dos eleitores que não votam em Doria de jeito nenhum (“rejeição absoluta”) é 55% maior que aqueles que têm coragem de votar no ex-prefeito.

Se a curva da rejeição continuar crescendo, Doria tem sua chegada ao 2o turno posta em risco, embora esteja empatado com Skaf dentro da margem de erro.

A matéria é do UOL

* baixo índice de intenção de voto em alckmin pode varrer pretensão de doria

A pesquisa CNT/MDA divulgada hoje vai funcionar nos próximos dias como um terremoto nas ilusões eleitorais de quase todos os candidatos. Dois registros chamam a atenção: 1. a persistente liderança de Lula – que cresceu 5 pontos desde o levantamento anterior – que bate agora nos 37% de preferência dos eleitores; 2. a queda, também persistente, de Bolsonaro – hoje com 18,8% de intenções de voto; 3. o colapso da candidatura Alckmin – que aparece consolidado no 4o lugar, mas com ínfimos 4,9% de eleitores que o querem como presidente. Abaixo disso, é um limbo só.

A situação de Alckmin, no entanto, não tem efeitos apenas no núcleo principal da campanha do PSDB: ela espalha efeitos corrosivos  porque indica forte rejeição ao discurso neoliberal, especialmente em São Paulo onde uma administração cercada de denúncias de corrupção vê-se às voltas com a percepção dos eleitores de que os resultados da administração tucana são medíocres, a exemplo do que acontece com a área da Educação, justamente aquela em torno da qual o ex-governador parece apostar mais fichas mas que também é aquela em que o balanço dos seus feitos são péssimos (leia aqui Políticas educacionais do PSDB em São Paulo agravam desigualdades  do site GGN).

 

* amas: doria quase acaba com elas em sp, mas promete que vai aumentar seu número… se eleito. quem acredita em doria?

A matéria é do site Esquerda Diário.

Segundo o ex-prefeito, ao responder pergunta no debate da Band/Uol, Em pergunta sobre saúde, João Doria, ex-prefeito de São Paulo, gaguejou para responder, uma vez que protagonizou diversos ataques à saúde. Na sua primeira resposta, João Doria disse que tem como projeto para o Estado de São Paulo a abertura de AMAs para poder ampliar o atendimento básico para a população, entretanto, na sua gestão, Doria foi responsável pelo fechamento de 108 AMas.

* vereador diz que doria é “mentiroso, aproveitador, crápula, carreirista, oportunista, enganador, fanfarrão, corrupto…”

Na foto, o vereador que excede a “razoabilidade” ao desqualificar Doria

Camilo Cristófaro, do PSB, está sendo processado por Doria porque “ultrapassa os limites da razoabilidade” ao referir-se ao ex-prefeito.

O que seriam “limites de razoabilidade”? Doria chamou Dilma Rousseff de “anta”, ela mesma, uma mulher digna, combatente contra a ditadura e… presidente da República. O ex-prefeito estaria dentro desses limites quando proferiu essa grosseria?

A matéria sobre mais essa crise que o candidato ao governo do estado enfrenta está aqui.

* o crime de doria contra as ciclovias

USO DE CICLOVIA DA FARIA LIMA DISPARA E RUSH É PARA IR AO TRABALHO

Alguém já disse que o tempo é o senhor da verdade. Parece mesmo que é assim, especialmente quando o tema são as arremetidas criminosas que um governante, por interesse em promoção pessoal, sacrifica projetos de alcance social.

Doria fez isso com as ciclovias de São Paulo ao praticamente abandoná-las não porque esses recursos viários de locomoção de ciclistas não fossem importantes, mas como como contraponto ao êxito que o sistema teve na gestão Haddad.

Do mesmo jeito que fez com o aumento criminoso da velocidade nas marginais, fez também com as pistas exclusivas para as bicicletas. E a julgar pelo que o seu sucessor na prefeitura vem fazendo, deixou uma péssima herança para os cidadãos.

A matéria é da Folha de S. Paulo

Recordar é viver: * Ciclistas fazem protesto em frente à casa de João Doria em São Paulo (O Globo) * Lei sancionada por Doria põe em xeque ciclovias e ciclofaixas (Carta Capital)

* prefeitura de sp dobra gasto com publicidade e foca vitrines de doria

João Doria Jr é mesmo um sujeito perigoso. Mesmo condenado por usar em sua campanha eleitoral propaganda das obras que estavam sendo (mal) realizadas na sua gestão, o cara continua praticando a irregularidade, só que agora de forma mais tinhosa e sutil: terceirizou a burla da lei através de uma prática sem-vergonha adotada por seu substituto. É o se pode deduzir a matéria da Folha lincada abaixo.

O fato é mais uma demonstração de que o espírito a-ético é a verdadeira filosofia do candidato tucano ao governo do estado.

A matéria é da Folha de S. Paulo